30 de setembro de 2008

Muro das Lamentações

Gostava de escrever sobre um tema interessantíssimo… tão bombástico, tão bem escrito que fizesse disparar os comentários em flecha e trouxesse dezenas de visitantes ao blogue. Acontece que eu própria mais a minha vidinha estamos numa fase estagnada em que nada de relevante acontece, ainda não consegui concluir se estamos desinteressantes ou desinteressadas.

Cada vez que começo a escrever só me ocorrem desgraças, queixas, lamentos (a propósito, vou no meu 3º dia consecutivo com enxaqueca). Acho que sem me dar conta estou a tornar o sítio num muro das lamentações.

A coisa está tão grave que sempre que recebo um comentário novo vou a correr acender uma daquelas estrelinhas dos bolos de aniversário para festejar.

16 comentários:

EboRâguebi disse...

Na China pássaro aprende a miar para calar papagaios.

Não acredita, veja:

Ana GG disse...

eborâguebi
O comentário tem tudo a ver! Acho que também vou aprender a miar para não dizer asneiras.

A publicidade resultou...fui ver!
:)

Anónimo disse...

Olá, Ana, bom dia!

Espero que a enxaqueca, a esta hora, já tenha tirado "bilhete de ida sem volta". :)

Todos os dias, há 2 blog's que leio, obrigatoriamente: o seu e o do Andarilho.
Se é certo que não tenho feito comentários aos seus post's, a verdade é que não deixo de me identificar com imensas coisas que escreve.

Vou continuar a lê-la porque gosto muito de o fazer e, de vez em quando, deixarei alguns (modestos) comentários.

Até...

Ana GG disse...

Olá anónima! (faz-me alguma impressão referir-me a si desta forma)

Infelizmente a enxaqueca ainda não desapareceu de vez, mas estou um pouco melhor.

Muito obrigada pelas suas palavras, é sempre bom saber que alguém gasta o seu tempo a ler o que escrevemos. Embora goste de escrever, por vezes sinto-me desmotivada porque não tenho feedback.
Os seus comentários serão sempre muito bem-vindos.

Um beijo

plexu disse...

Já tive, e ainda tenho, fases dessas. No meu caso ajuda-me ter objectivos para cumprir a médio prazo e para além das obrigações do dia-a-dia não dispenso aquilo que mais gosto de fazer... dentro das minhas possibilidades, claro!

Bjs

Andarilho disse...

Ora bem, vou dar uma que sabe de tudo (para não variar) e aplicar os meus sábios conhecimentos no comentário.

Não acho que seja um post (recuso-me a aplicar o termo textozinho que tu tanto gostas (sem o zinho)) por si só, por mais bombástico ou por mais bem escrito ou ainda por mais sei lá o quê que faça com que o número de visitantes aumente ao ponto de uma pessoa entrar em ruptura por manifesta falta de tempo para ler a enxurrada de comentários. Nada te garante que se o escrevesses o pessoal depois soubesse que o dito post estaria por aí por ler.

Aquilo que eu acho que faz com que as pessoas leiam e voltem a um determinado blog é a espontaneidade da pessoa que tem de estar muito visível nos vários posts. Escritos muito elaborados e pouco pessoais não motivam as pessoas a ler.

Quanto ao dizeres que sentes a vida numa fase estagnada em que nada de relevante acontece, não acho que constitua motivo para não saberes o que escrever. Há sempre coisas novas todos os dias, não acho que precisem ser coisas especiais ou do arco-da-velha.

Posto isto vou passar a tratar de outro assunto e que não tem nada a ver com o post, nem contigo. Podia tratar desse assunto no meu blog (pensarás tu) mas não trato. Dar-me-ia um trabalhão por demais estar a fechar esta janela depois de aplicar códigos de segurança e posteriormente ter de voltar a abrir nova janela no meu blog a fim de tratar do assunto que vou expor mais adiante. Estando eu cansado e tendo inclusive iniciado a toma de umas vitaminas e minerais do lidl hoje pela manhã com o objectivo de me tornar mais energético (sendo eu de ciências sei que estes nutrientes não têm uma função essencialmente energética, mas sim reguladora do nosso organismo, mas estou-me nas tintas para estes conhecimentos pouco oportunos), vou mesmo escrever aqui.

P/ Anónima:
Antes de mais aproveito logo para lhe dizer que preferia que estivesse escrito no seu comentário anterior que lê obrigatoriamente o meu blog e o da Ana e não da forma que escreveu. Se reparar bem, não teve em conta a prioridade. Assim sendo deveria ter escrito “Andarilho” em primeiro lugar. Isto foi só um apontamentozito acerca do meu descontentamento (eu sou uma pessoa que se ressabia com alguma facilidade).

Onde tem andado metida que nunca mais me disse nada??? :@

Não tenho estado a gostar, aviso logo!!! Que mania é essa agora de dizer que se vai manter um pouco afastada??? E pior… Dizer e concretizar. Isso é que é o pior de tudo!!!

Bj para as duas.

Ana GG disse...

plexu

O meu maior problema de momento é precisamente a falta de objectivos e a saturação e falta de energia para cumprir as tarefas do dia-a- dia. Mas a coisa vai-se compor...é que já estou a ficar farta deste marasmo e não sou mulher para ficar de braços cruzados por muito tempo.

Bjo

Ana GG disse...

Amigo andarilho
É óbvio que não há textos (zinhos) bombásticos nem visitantes que caem do céu aos trambolhões...levas tudo à letra, que chatísse.

Tu conheces-me bem(?), eu sou espontânea no que escrevo, muitos menos redijo textos elaborados. Acho que o segredo está no humor, as pessoas gostam de ler coisas que os alegrem...o meu sentido de humor já viu muito melhores dias.

A "anónima" fez muito bem em ter enumerado as suas prioridades desta forma. Haja solidariedade entre as mulheres!

Bjo

Kika disse...

Não acho importante o número de coments ou o de visitantes para se ter prazer por se ter um blogue.
Basta-me o prazer da escrita, de ter o tal muro das lamentações que me permite desabafar, mas também um sitio de despejo de tonterias se me apetecer. E saber que sou lida, retiro mais disso do que propriamente o ser comentada.
Dai retiro o meu feed back.
E podes crer numa coisa, eu leio-te, todo o santo dia!
Beijo!

Ana GG disse...

Kika amiga!
Eu sei que o número de comentários não é relevante. Foi um desabafo.
De facto o que dá mais prazer é mesmo a escrita...o problema é quando se está com vontade de escrever e tudo nos parece despropositado...é um rasgar de folhas de papel!

Eu sei que me vais lendo, és a visitante dos Açores :)

bjos

just me disse...

Gostei deste post (aliás, como de todos os que leio aqui, embora não ande a comentar!)... tanto gostei que até pensei em plagiar o seu título, com a devida a autorização da autora, para alterar o meu "sonhoseconfidencias" para "omurodaslamentacoes", título mais adequado para o meu cantinho!
Talvez devido a isso, e pelo facto de achar a minha vidinha tão sem graça, tirei umas "férias" ao blog... Talvez já esteja recomposta das férias e volte de novo ao "serviço"... logo se verá...
Falo apenas por mim, mas o teu blog, tal como os (pouquinhos) que tenho na minha lista de links, são lidos regularmente, embora não tenha comentado.... Acho que o que interessa mesmo é que tens um espacinho só teu para escreveres o que te apetecer, pois és tu quem mandas, é o teu estado de espírito que o exige, a tal terapia que muitas vezes necessitamos desesperadamente... e tudo isto sem gastar um tostão!... Se és lida ou não, comentada ou não, pouco importa... o que importa mesmo é sentires-te bem e aliviada por teres desabafado... (óóó pa mim... faz o que te digo, não faças o que eu faço!)...
Continua a lamentar-te, pois há quem goste de ouvir!
Bjs

P.S. Li, no único blog que andei a comentar nos últimos tempos, que a água estava-te pelas "maminhas" (palavras da Maria)... espero sinceramente que não tenhas sido vítima destas chuvadas do fds passado... Tive pena de não te ter visto no telejornal (se é que a Maria te viu mesmo na TV)... de qualquer forma, queria te pedir um simples autógrafo... para que, depois de deixares o ensino e passares a fazer novelas, apresentar programas e tudo o resto, poder vendê-lo por uns valentes euros, e livrar-me assim de algumas das dívidas!... :)

Ana GG disse...

just me
O muro das lamentações dava realmente um bom título para um blogue. Não me estás a plagiar, não fui eu que inventei o muro :). Acho uma óptima ideia, é um nome forte.

Espero mesmo que voltes à escrita, os teus textos têm muita piada.
Quanto a mim, tens razão, só o facto de pôr cá fora, nem que sejam lamentos, já é bom, é como uma terapia.

Quanto às cheias, safei-me...não fiquei com água "pelas maminhas", o máximo que consegui foi molhar os chinelitos porque entupiu um ralo na entrada para a casa. Houve um mal entendido (aquele Andarilho não se soube explicar), a Maria viu na televisão as imagens das cheias, não me viu a mim. Não fiques desiludida, sinto que um dia mais tarde vou ser famosa (só ainda não bem em que área)por isso posso começar já a dar os autógrafos para adiantar serviço.

Um beijo (ou dois...)

P.S. Tanto me lamentei que bati o meu recorde de comentários...ironia do destino.

Andarilho disse...

Com tantos afazeres e ainda tenho que aqui voltar a fim de repor a verdade. Não se trata de eu não me ter sabido explicar bem. O que se acontece é que a just me é uma rapariga muito precipitada e não entende logo as coisas à primeira. Inclusive, no âmbito desta(s) distracção(ões) dela, tem-me surgido a ideia de lhe dedicar um post...
;)

Anónimo disse...

P/ andarilho...
Vai mas é cavar batatas... tu não te soubeste explicar bem... e eu, pura, ingénua e inocente, pensei na pobre da Ana, a dar uma daquelas explicações sentidas e chorosas na TVI, com as coisas todas reviradas em casa, de botas de cano alto, vassoura na mão, cabelo desgrenhado, and so on... e fiquei preocupada com a pobre mocita... já viste? Ela tem uma reputação a manter!... Não percebes mesmo nada destas feminilidades...

P/ ana (só):
Já 13 comentários é record!
Obrigada por me leres e achares que o que eu escrevo tem piada... deves ser a única a pensar assim...
No entanto, até não deixo de ter uma certa piada ao escrever sobre as cheias (a culpa foi mesmo do andarilho) que te "invadiram a casa" e que te "iriam lançar para o sucesso"... realmente, imaginação não me falta!
Quanto aos autógrafos, podes sim adiantar serviço!
Bjs, just me (como estou na escola, e sem tempo, não abro a minha sessão, logo não irá aparecer a fotozinha aqui ao lado!)

Ana GG disse...

anónimo, vulgo just me

Pois é, sua malandreca, já tinhas feito o filme todo...eu, toda desgraçadinha, com água pelas maminhas e a cabecita de fora a chorar p'rás cameras. Querias!!!!!
;)
bjos

just me disse...

LOL :)


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa