30 de dezembro de 2010

vai-te embora melga, ou se preferirem, venha outro que este já deu o que tinha a dar


Que tenham um BOM ANO!

É escusado vir para aqui com floreados e pititis e aquela coisa de que é preciso é ter saúde e que somos todos muito felizes só com a cabana (com ou sem o amor, fica ao critério de cada um)...porque fica bem sermos assim, abobalhados e sorridentes por fora, ainda que por dentro as coisas não sejam sempre tão coloridas. Ainda que nos esperem optimistas porque essa é a nossa costumeira fibra.

Pois que em jeito de balanço, porque a altura é de balanços...

O quase falecido ano, que está de restos o coitado, foi uma real...não posso dizer o nome que me ocorre porque talvez não fique bem.

Balancei e tornei a balançar e só me ocorre a viagem de 3 dias a Paris, de resto, se aconteceu foi morno pois não me aqueceu a alma o suficiente para recordar os arrepios na espinha.

E prontes, fica mal e não é de bom tom uma mulher que se julga independente e forte e segura e isto e aquilo, vir para aqui assim, mandar postas de pescada mal cozida, mas se há coisa que não consigo é mentir. Maldita transparência que ainda me há-de levar à desgraça (fica sempre bem uma frase trágica para compor a coisa).

Ó ano morno, vai-te de uma vez por todas.               CHIÇA!!!!!!!!!

10 de dezembro de 2010

enfeitações, alegrias e desilusões natalícias



Não me cheira a Natal. Verdade se diga não me cheira a quase nada, que o meu olfacto anda meio desnorteado, com as faculdades perdidas entre o tabaco e a última constipação...por assim dizer,  o meu nariz perdeu  o Norte.

Voltando ao Natal, que passou a muito triste depois das mortes da família e passou a deslavado depois do divórcio, porque a minha família é pequenina, muito, muito, e os laços com a mais distante são muito pouco consistentes (pelo distanciamento, por perguiça, por erro meu e deles, por e por e por...).

Quando era miúda a época festejava-se da forma humilde possível a um casal com três filhos e em que o ordenado (só) do pai era esticado para a malta comer e vestir.
Sem querer ser saudosista, mas não me inibindo de ser nostálgica, desencadeava-se cá uma alegria na minha cabecinha, que só visto.

Os preliminares começavam com a apanha das tirinhas de musgo para o presépio, esse, sempre igual a si próprio com as figuras de louça (feias comó caraças, mas que eu venerava...reconheço)e um espelhinho redondo, que era o lago do pato de plástico amarelo.
O pinheiro natural chegava pelas mãos do meu pai, outra festança para mim. Redondinho como os pinheiros mansos, com uma folhagem assim feiosa e para o careca. Era o que se podia arranjar, porque a moda dos pinheiros nórdicos, bicudos e farfalhudos ainda nem se vislumbrava. Mas caramba, era cá uma excitação a chegada do dito cujo.

Os meus irmãos, muito mais velhos do que eu e nada dados às artes cénicas, estavam-se bem nas tintas para a estética da coisa...daí que a enfeitação ficava a cargo da minha mãe que me dava espaço para ser o seu braço direito,  a perna esquerda e ambas as mãos, por assim dizer. 
Devia de haver uma estrela porque há sempre, mas tal pormenor varreu-se-me da memória. Bolas poucas, pequenas e médias, cada qual da sua freguesia, num aparatoso convívio com umas fitas a descondizer com as ditas. Este aparato mantinha-se fiel à casa e esperava ansiosamente para sair à cena, ano após ano.

O ponto alto eram os enfeites de chocolate pendurados com uns fiozinhos dourados...ai que prazer me dava espalhá-los pela árvore, ai que díficil era conter-me para não os comer até ao dia de Natal...ai que desilusão e choro, quando nesse mesmo dia descobria que o meu irmão os tinha comido literalmente todos, deixando as pratas intactas, vistosas e OCAS! 
Confesso que é a minha pior e mais alegre recordação natalícia.

Aiiiiiiii!!!! Não conto mais porque o texto já vai longo. Como escrevo pelos cotovelos e uma vez que as palavras são como as cerejas e estamos em tempo de romãs...

FELIZ NATAL para todos vós!
(a sério, não estou a ser apenas simpática e mimosa)

PS. Temos um cão novo,
o Ice-T, lindo de fazer inveja
a qualquer mortal que com ele
se cruze.

21 de novembro de 2010

CREDOOOOOOOOOO
o meu último visitante, acabou de chegar aqui com a a seguinte pesquisa: "fui corno"


Tenho que tomar mais cuidado com o que escrevo!

post ou posta (de pescada ou quiçá salmão) de continuação


Hoje a minha missão blogótica é meramente de limpeza de imagem.

Uma vez que geralmente não tenho assim nada de interessante a assinalar, costumo contar as estórias  que se me atravessam no caminho…as minhas ou dos que comigo se cruzam. Às vezes são divertidas, outras (muitas) são lamentos ou desabafos de trivialidades que propositadamente pinto com cores dramáticas de exagero intercalado com uma pincelada de humor.

Em conclusão…

Os "amigos" que ainda insistem em ler-me, ficam preocupados e imaginam-me de rastos, a roçar as ruas da amargura e do desespero. 

Ó AMIGOS, vocês são mesmo uns queridos!!!!

Por isso resolvi limpar a minha imagem e, hoje, este blogue não vai ser um muro de lamentações, ai não vai não!

Só para terem uma pequena ideia…

- Do sítio onde me encontro ouço o chilrear dos pássaros (por vezes chilreiam – já não usava esta palavra desde a última redacção da primária – tanto que chegam a enervar)  

- Ontem à noite comi um delicioso strudell de maça (ultracongelado do Pingo Doce a 1.99 euros, passo a publicidade) acabado de sair do forno e "regado" com gelado de nata…estava de comer e chorar por mais

- O meu, por vezes irresponsável filho , este ano já teve um 17, 7 a Português e um 15 a Filosofia, sem estudar a ponta de um corno, o que prova que o rapaz afinal até tem um certo dom p'rá coisa

- O César cão está com o pelo sedoso e forte que nem uma muralha (aliás, se me descuido passo a ter um cão obeso)

- A minha casa, embora com artroses nos mosaicos, continua acolhedora e colorida e sobretudo "a minha casa", o "meu ninho", o "meu lar"

- Resolvi o drama do escaravelho com a máxima "palmeiras há muitas seu palerma!"

- A minha carteira anda num desassossego, numa excitação louca porque sabe que se aproxima o 13ª mês

- A lua ontem à noite estava cheia, cheia, cheia e isso é bonito de se ver (embora deva confessar que estava assim um cheio pequeno, não sei explicar….)

- As plantas do jardim/quintal, com a humidade propícia do ar, estão viçosas e verdejantes (não fossem as ervas daninhas e seria quase perfeito)

- O 1º ministro um dia vai deixar de o ser e isso dá-me esperanças, cria-me expectativas, dá-me alento para não abandonar o país e retira-me os pensamentos bobos de emigrar para um sítio mais equilibrado e com melhores condições de vida

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii…..

Chega!!!!

Já deu para ver que está tudo lindo e perfeito aqui por estes lados

A vida, continua BELA E AMARELA!

20 de novembro de 2010

ataques

ilustração de Natalie Dee

para que vão sabendo o estado da MINHA pequena nação, deixo-vos umas breves notas

digamos que se respira um clima muito idêntico ao das invasões bárbaras, mas sem os bárbaros

…fomos atacados em diversas fontes

a palmeira de 17 anos, que levou uma eternidade a crescer e estava mais linda do que nunca, foi atacada pelo #$brão do escaravelho que veio do Egipto infernizar-nos a vida e no espaço de uma semana foi-se desta para melhor

a calçada do jardim/quintal/mato, foi atacada por ervas daninhas que parecem quase palmeiras de 17 anos a avaliar pelo tamanho que atingem a uma velocidade estonteante...a essas já o #$brão do escaravelho do Egipto não pega nem por nada

eu fui atacada por uma crise de meia idade que me corrompe a ossada da zona lombar e me deixa com um andar estranho, tipo "não posso mexer-me muito porque sou uma tipa muito calma" 

o filho foi atacado pela preguiça costumeira que desta vez o impede de fazer 98% das obrigações, o que é uma maçada…muito aborrecido para ele, tssss, tssss, tssss

a casa foi atacada pela doença da Júlia, que cá vem uma manhã por semana ,sendo que ela própria está a começar a ficar com olheiras por cima dos móveis, artroses no chão e, começo a notar, uma leve inflamação nas casas de banho

a minha carteira foi repentinamente atacada por um estado anoréctico crescente que a deixa a cada dia mais vazia, mais descorada e menos roliça

mas tirando isso está tudo bem,
conseguimos respirar, o que significa que ainda se VIVE
e felizmente ainda nos vai restando um ou outro dente, para irmos dando uns SORRISOS
                     ______________________________ :O)

18 de novembro de 2010

diz que disse e porque assim e porque assado

a imagem foi descaradamente roubada do blogue "Meninas aos Riscos"

Hoje venho aqui escrevinhar sobre a minha indignação com a carneirada que por vezes somos…uns mais, outros menos, umas vezes mais, outras menos……

Ora vejamos…

No "Cara.de.Livro" , como todos vocês sabem, porque também por lá andam que eu bem os vejo, surgiu há uns dias a tal ideia engraçada que cresceu como uma bola de neve, de colocarmos na nossa imagem de perfil um personagem de BD da nossa infância. Até eu que até nem sou nada dada a correntes e a "coisas" fofinhas que se copiam e colam nos murais uns dos outros, aderi. 
Pois sim! Aderi porque achei que poderia ter a sua piada…e teve! E recordei a bonecagem da infância e lembrei-me de personagens de BD que me acompanharam quando era uma desavergonhada sem responsabilidades e me limitava a comer, brincar e dormir.
Não me preocupei em saber de onde surgiu a ideia, aliás, na minha opinião esse foi o factor menos importante, a verdade é que a ideia surgiu e teve graça. 

Agora, passado uma semana, quando o pessoal já está completamente enjoado de tanta bonecagem pimpilante, surge um "caramelo" qualquer a dizer que a ideia maqueavélica partiu da mente perversa de um perigoso grupo internacional de pedófilos…

Por amor da santa!!!!!!!

Mas que complicados somos, será que tudo tem de ser engendrado por mentes perigosas? Será que tem de haver uma teoria da conspiração para tudo? Ou será que os Facebokeanos apenas se fartaram de tanto folclore pimpilante?

Agora é ver o pessoal  a retirar a bonecagem, para proteger as criancinhas que podem ser seduzidas por um perigoso pedófilo mascarado de Lobo Mau, a brincar ao Capuchinho Vermelho. 

E a minha paciência esgotou!
Pois que sim, esgotou!!!!
Esgotou porque a seguir vem outro "doido" dizer que afinal, não foi um perigoso grupo internacional de pedófilos, mas sim o Sócrates, para desviar a atenção dos portugueses da merda que o seu (infelizmente nosso) governo anda a fazer.

Ora vejamos de novo….

Devem existir de facto imensas crianças no Facebook, mas os pais dessas criancinhas, julgo eu, tem obrigação de controlar este tipo de coisas e digo mais, nem as deviam deixar navegar por estas e outras redes sociais. Julgo que adolescentes, esses sim existem em grande número e não me parece que se deixem seduzir por um qualquer Calimero que lhes apareça à frente…são mais de se deixar levar por Brad Pitts e outros bonitões da praça.


Tenham dó…de mim, por favor.
É que não há paciência que aguente!

31 de outubro de 2010

as coisas da idade que já não se pode pronunciar muito alto ou, como adiar os TPC

aviso já que fui completamente descarada a gamar esta imagem *beautiful revolucion:blog

Nesta idade, sim aquela que não se pode pronunciar muito alto perto das "desavergonhadas" de 30 anos, que isso sim, não é idade para se ter em lado nenhum…como ia dizendo, porque tenho deficit de atenção e as ideias voam-me para outras paragens a uma velocidade estonteante…nesta idade, por já se ter a mania que se sabe tanto, deixa-se de ter a simplicidade do gesto, ou passa-se a ter a ousadia e a "bruteza" de se fazer e dizer tudo o que se tem vontade e estraga-se tudo, ou quase tudo, ou pelo menos, muitas coisas.

Nos "coraçõezinhos" já quase flácidos mas ainda pujantes (ahahahahah)o AMOR confunde-se com a PAIXÃO e esta com o DESEJO e este com algum ENTUSIASMO e todos eles com alguma SOLIDÃO e, como se tivéssemos 12 anos, ficamos baralhados e sem sabermos de facto o que queremos ou o que sentimos. 
A experiência ensinou-nos tanto que ficamos afogados em sabedoria…queremos isto naquele, com a mistura daquilo do outro, queremos ter a liberdade de comandarmos inteiramente as nossas vidas, sem lavarmos boxers de homem (sim, porque se fossem cuecas brancas de braguilha, o caso estava imediatamente encerrado e não se falava mais nisso) e por outro lado, aquele dormir abraçado em conchinha ainda nos faz falta. Não toleramos graçolas infantis, mas precisamos avidamente de nos rirmos…

Há quem procure incessantemente esse misto de assim e assado (ingénuos, pois então, isso não passa de coisa de ficção), outros há, na categoria que me incluo, que esperam sentados que esse prodígio da natureza lhes caia do galho da árvore que se partiu numa noite de temporal, a bem dizer…nos caia do céu, naquela de "se cair caiu, se não cair também não tem importância porque deixamos secar o galho e usamos para fazer fogo na lareira", porque já temos a tal idade, aquela que não se pode pronunciar muito alto, e já conseguimos fazer quase tudo sozinhos, tudo menos o mais importante que é abraçarmo-nos apertadinhos a envolver as costas por inteiro e se for caso disso, com a cabeça apoiada noutro ombro que não o nosso.

E pensamos nestas coisas, e arreliamo-nos sem admitir que o fazemos, porque já temos a tal idade…ou será apenas para adiar os TPC, tal como se tivéssemos os tais 12 anos!?

Ó porra de AMOR, PAIXÃO, DESEJO, ENTUSIASMO, SOLIDÃO, ausência de abraços apertados a tempos espaçados ________ . _ .

29 de outubro de 2010

luminosidade e saturação


Estava a ensinar a teoria da cor...luminosidade e saturação

Na mesa à frente da secretária dois "cromos" do mais engraçado que se possa imaginar, um guineense muito negro e um cigano branquinho...sempre a rirem, sempre bem dispostos, sempre a perturbarem, sempre a deixarem-me morta de riso sem que o possa fazer a meio de uma explicação...

À beira da saturação: "Israel, a partir de hoje ficas na outra ponta da sala!"

Passados 4 minutos...nova risada à minha frente

Pergunto eu: "O que foi desta vez Djaló?"

Responde o Djaló: Acha normal o que ele disse antes de sair daqui? "Que a professora ainda se vai arrepender...porque sem ele aí por perto, e comigo à sua frente, é como se desligassem o interruptor, vai ficar sem luminosidade...na completa escuridão!"

viva la revolucion

ai CREDO que me enganei na imagem!

Não tenho escrito porque, por ser apenas humana, não consigo!

Não me venham com tretas generalizadas de que apenas os "incapazes" estão no ensino, porque, dou o braço a torcer, se existem muitos casos de pessoas que escolheram essa como 2ª ou 3ª opção, o mesmo não se aplica a outros que o fazem (faziam) por gosto e eu…estou, de ano para ano a deixar de pertencer a essa casta. 

Ontem revoltei-me bastante, estive a um passo de incentivar os colegas para uma tomada de medidas drásticas, uma reunião/revolução e a dois passos de meter um atestado médico e LIXAR-ME para o trabalho. 
FARTEI-ME!!!!!!!!!!!!!!!
O modelo simplex tão apregoado nas escolas passou a ser dez vezes pior do que o que estava em vigor, estamos então com um modelo triplex em mãos.

Ensinar, preparar aulas, ouvir os alunos…passou a ser um assunto de menor importância. De facto, actualmente, o que interessa é apresentar papelada em triplicado para entregar a este àquele e aqueloutro. Quanto maior número de folhas escritas produzirmos, melhor somos vistos numa escola. O ministério poupa em postos de trabalho e gasta em fotocópias inúteis.
Ser Director de Turma é quase um pesadelo em certas escolas. Existem coordenadores que sonham à noite para colocar em prática de dia. 
O ordenado é uma real merd@, se não se estiver no topo da carreira. Esperamos anos a fio, com os congelamentos e afins, para subir de categoria (escalão), no meu caso de quatro anos que seria o normal, esperei nove, para ser aumentada em aproximadamente 100 euros.

E se souberem de algum part-time entre as 2 e as 7 da manhã (que é o tempo que me sobra), avisem! Nada de coisas duvidosas, aviso já…será que aceitam "mulheres do lixo"???????

Cada vez que cá venho é só para vos falar de desgraças, é um facto. Mas não consigo vislumbrar outros temas…porque será!?

PELO AMOR DA SANTA, se tiverem filhos iludidos, desaconselhem-nos vivamente a NUNCA, POR NUNCA, seguirem uma carreira de professor. 

PELO AMOR DE OUTRA SANTA, antes de pensarem em falar mal dos professores dos vossos filhos, sobrinhos e por aí fora…PENSEM DUAS VEZES.

Muito grata pela atenção dispensada
Ana GG, a super REVOLTADA

22 de outubro de 2010

não se roubam assim bocadinhos de pele sem pedir autorização

PRONTO, não resisto e vou dar com a "boca no trombone"…e eu lá sou mulher de guardar angústias!?

O marafado do Sol foi um cabrãozinho para mim, à pois foi!

Uma feridinha insignificante e persistente nas costas…uma comixãozinha de quando em vez…um mostrar repetidas vezes ao amigo médico "isso não é nada!"

Um mostrar uma última vez ao amigo médico "hummmm, isso não DEVE ser nada mas não estou a gostar muito do aspecto!"

E era, era um sacana de um tumor maligno!

E já me roubaram um bocadinho da pele das costas e agora já não é!

E eu não gostei, não gostei de ser roubada porque gosto das minhas costas e de todos os meus bocadinhos de pele.

E o outro médico, o ladrão de bocadinhos de pele, depois de confirmada a biopsia deu-me os parabéns pela minha escolha acertada…de todos os tipos de tumores de pele, escolhi o melhor, o mais inofensivo.

E passado um mês ainda não tive coragem de ver a cicatriz, que dizem que está bonita e eu acredito.

Portanto…
Cuidado com o Sol, porque às vezes, quando nos apanha distraídos, é bem capaz de ser um cabrãozinho. 

__________tenho dito!

20 de outubro de 2010

cinzentão

já imaginaram
como seria 
o vosso mundo 
sem as imagens
que a ARTE 
vos oferece
a cada esquina!?

17 de outubro de 2010

govern_ACÇÕES



  
assim como assim, leite com chocolate nunca foi o meu forte
...já o vinho tinto....UPA, UPA

10 de outubro de 2010

efeitos do mau tempo

Hoje estou estupidamente feliz, vá-se lá saber por quê!?

O ser humano tem destas incongruências...
Só pode ser por causa do mau tempo, a minha costela masoquista está a dar sinal de si.

9 de outubro de 2010

imagine.images____lennon































































































 





john lennon 
porque foi impedido de comemorar hoje os seus 70 anos

8 de outubro de 2010

situações quase tão traumáticas como as medidas anunciadas pelo governo

Estou tão lixada com F com as medidas deste nosso DESGOVERNO (relembro aos mais distraídos que pertenço à fauna da funcão pública) que mais uma vez só me apetece falar de banalidades. 

Assim sendo vou dedicar este post à maravilhosa SOPA de legumes que fiz ontem à noite. 

Não fazia uma sopinha há uns largos anos , uma vez que a excelente qualidade da sopa da minha mãe me deixou com este trauma imenso…uma recusa permanente em realizar uma coisa que sei que, comparativamente, está condenada ao insucesso.

Não me posso perder em preâmbulos que o assunto é sério.
Vamos então ao que interessa…

O meu imenso panelão de sopa foi tão gozado, mas tão gozado, que tive a um milímetro de abandonar a mesa de refeições e trancar-me, amuada, no meu quarto (refúgio preferido para todo o tipo de maleitas)
O repasto foi partilhado pelo filho e por um amigo meu e deu azo a discussão quase acesa.
O amigo, repetiu cerca de 439 vezes ser aquela a melhor sopa que tinha comido em toda a sua vida. Em simultâneo trocava olhares de gozo com o meu filho que se ria descaradamente na minha cara e lhe respondia com o mesmo ar "podes crer", "divinal" e outras frases do género que me punham os nervos em franja.
Para colmatar a falta do sabor especial, uma vez que o maior problema era o facto da sopa de legumes saber precisamente a legumes, encharcaram-na de piri-piri. 

Nisto, o amigo vira-se para o Diogo e diz, com a maior descontracção deste mundo:
- Amanhã, se te perguntarem o que jantaste, podes sempre responder "sopa tailandesa"!

CABRÕ#S!!!!!!!!!! os 2

Posto isto vou ficar mais 10 anos sem fazer sopa e ai de quem me fizer a mais pequena crítica de que não promovo uma alimentação saudável nesta casa.

Achei da máxima importância partilhar este meu drama com os meus queridos visitantes…
No entanto se quiserem ler DESGRACEIRAS quentinhas, aconselho-vos vivamente um qualquer motor de busca, basta redigir a palavra notícias (as de hoje são boas).

CONCLUSÃO: entre o Sócrates e estes 2, venha o Diabo e escolha…………

4 de outubro de 2010

ai que isto é muito milagre para uma mulher só

Incrédula eu (burra mesmo) que não acreditava em milagres…

O milagre das rosas é uma brincadeira de crianças perto dos que se estão a dar aqui no seio da famelga

Então não é que o meu filho chegou a casa e deu comida ao gato
(pela primeira vez sem que lhe implorasse)

Então não é que o meu filho, chegou a casa e fez o jantar
(para ele com mais gordura, para mim com menos porque a idade já não permite folguedos desses)

Então não é que o meu filho ainda não deu nenhuma falta na escola
(pela primeira vez em 4 anos, nesta altura do campeonato)


Não tarda nada, se me descuido, apanho-o a arrumar o quarto

Saravá
Aleluia
Glória aos céus…
e essas coisas todas que se costumam dizer nestas ocasiões


Ainda estou a decidir se irei de carro acender uma vela a Fátima ou de joelhos em peregrinação


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa