30 de setembro de 2008

Muro das Lamentações

Gostava de escrever sobre um tema interessantíssimo… tão bombástico, tão bem escrito que fizesse disparar os comentários em flecha e trouxesse dezenas de visitantes ao blogue. Acontece que eu própria mais a minha vidinha estamos numa fase estagnada em que nada de relevante acontece, ainda não consegui concluir se estamos desinteressantes ou desinteressadas.

Cada vez que começo a escrever só me ocorrem desgraças, queixas, lamentos (a propósito, vou no meu 3º dia consecutivo com enxaqueca). Acho que sem me dar conta estou a tornar o sítio num muro das lamentações.

A coisa está tão grave que sempre que recebo um comentário novo vou a correr acender uma daquelas estrelinhas dos bolos de aniversário para festejar.

28 de setembro de 2008

DISTRAÍDA

Cá está o malfadado domingo a anunciar a chegada da segunda-feira.

Uma destas semanas vou fazer-me de parva e fingir que não fui avisada. Talvez a entidade patronal aceite a justificação de que sou muito distraída…não custa nada tentar.

27 de setembro de 2008

CHUVA

Talvez por ser uma mulher do sul, este tempo chuvoso deixa-me a alma alagada.

A chuva suga-me as energias e transforma-me numa espécie de objecto amorfo e melancólico.
Confesso, não gosto que chova de dia!

Este estado climatérico deveria ser obrigatoriamente nocturno, salvo raras (?) excepções diurnas em que amantes apaixonados se entrelaçam debaixo dos lençóis.

26 de setembro de 2008

Cansada
Esfalfada
Esgotada
Fatigada
De rastos
...

23 de setembro de 2008

STRESS

Pronto…começou tudo de novo, chegou o maldito STRESS!

Voltou aquela sensação de desassossego interior, de formigueiro na ponta dos dedos, de pensamentos ao atropelos…BAHHHHHHH, não vou conseguir fazer tudo dentro dos prazos!

A papelada começou a chegar às resmas, a primeira fornada de testes diagnósticos para avaliar e fazer aquelas horríveis tabelas de observação de resultados, em Excel; propostas fundamentadas para a alteração disto e daquilo; preparação de fichas informativas novas (sim! gosto de inovar!); as planficaçõeeeeeeeesssssssss…
A tentativa de tornar o início do ano lectivo do Diogo organizado (já se acumulam fichas de várias disciplinas, completamente amassadas em cima da bancada do quarto)…
A chuva que me lixou os planos de dar as primeiras aulas ao ar livre…
Ainda a chuva que fez com que os gatos, habituados a fazer chichi na terra seca da rua, se sentissem aflitos e o fizessem algures dentro de casa (obrigando-me a farejar todos os recantos na tentativa de detectar o cerne da questão)…
As malditas contas que não fazem parte dos planos mensais, tais como o conserto da mota da cria; um tratamento dentário; a porra do Kanguru (LADRÕES) que me vai cobrar o triplo este mês só porque em Agosto abusámos um bocadinho…
O modem que avariou e me faz “mendigar” um tempinho de net
ao filho…

CARAMBA!!!!!
Tanta coisa junta para resolver e eu sem vontade nenhuma. Apetecia-me fazer uma greve multifacetada: de mãe, de dona de casa, de protectora dos animais, de professora e sobretudo de adulta.

Aproveito para pedir encarecidamente ao Deus todo poderoso ou a qualquer outra entidade divina (não sou esquisita neste aspecto) que se disponibilize a dar-me uma mãozinha. Se necessitar de mim, esteja à vontade, não hesite, sou muito boa a encontrar soluções rápidas para os outros.

22 de setembro de 2008

GALINHAGENS

Agora mesmo, não consegui evitar uma sonora gargalhada...acabei de ver no Site Meter (que arma poderosa este site) que o meu último visitante o encontrou através da pesquisa no google de "como fazer um galinheiro de alvenaria".

Caríssimo visitante, possivelmente já não vai voltar ao blogue, em todo o caso e por via das dúvidas, quero deixar bem claro que lamento imenso não lhe ter podido ser útil.

Não posso deixar de agradecer o momento de alegria que me proporcionou.

:):):)

21 de setembro de 2008

Os Azulejos de Maria Keil


Maria Keil fez este ano 94 anos.

Há uns anos, quando li a sua biografia, surpreendi-me quando soube que era algarvia, de Silves…confesso que senti uma ponta de orgulho, é sempre bom saber que a nossa terra pariu gentes de valor.

O que não é de todo motivo de orgulho é saber que alguém, português como eu, sem ter o mínimo de sensibilidade e respeito vandalizou e destruiu os painéis de azulejo que a artista tinha, há quase cinquenta anos, realizado e doado para embelezar e humanizar as primeiras estações do Metro de Lisboa, com o intuito de modernizar em 1977 algumas estações e recentemente as restantes. Face a esta barbaridade os juristas fizeram saber que os painéis não eram de Maria Keil mas sim pertença da empresa que detém o Metropolitano de Lisboa e como tal esta tinha todos os direitos sobre a obra da artista.

Pergunto-me, o que terá sentido a Maria?

Eu bem me esforço mas por vezes, bem mais do que as que gostaria, dói-me a nacionalidade.
Gosto de imaginar que me imaginas!

De imaginar que também sonhas com planos quase impossíveis a dois…

De imaginar que sentes tantas saudades minhas como as que sinto de ti…

De imaginar que me procuras de manhã aconchegada nos teus lençóis…

De imaginar que sorris ao de leve quando te lembras de uma frase que disse…

De imaginar que procuras a minha voz nas vozes que se confundem na multidão…

De imaginar que pensas em mim quando te deslumbras com algo…

De imaginar que sofrias tanto como eu se te perdesse…

De imaginar que também sentes que foste feito à minha medida…

De imaginar que me amas como eu a ti…
(Pensamentos paralelos ou coisas do amor)

17 de setembro de 2008

QUERIA MAIS

Hoje estou lixada, tramada, irritada, desiludida...intragável!

Queria mais...
Vou tentar ficar quietinha no meu canto à espera que passe.

16 de setembro de 2008

O AMOR É ...

"Quanto mais longe, mais perto me sinto de ti, como se os teus passos estivessem aqui ao pé de mim e eu pudesse seguir-te e falar-te e dizer-te quanto te amo e como te procuro, no meio de uma destas ruas em que te vejo, zangado de saudade, no céu claro, no dia frio. Devolve-me a minha vida e o meu tempo. Diz qualquer coisa a este coração palerma que não sabe nada de nada, que julga que andas aqui perto e chama sem parar por ti....

O amor é fodido. Hei-de acreditar sempre nisto. Onde quer que haja amor, ele acabará, mais tarde ou mais cedo, por ser fodido....

Porque é que fodemos o amor? Porque não resistimos. É do mal que nos faz. Parece estar mesmo a pedir. De resto, ninguém suporta viver um amor que não esteja pelo menos parcialmente fodido. Tem de haver escombros. Tem de haver esperança. Tem de haver progresso para pior e desejo de regressar a um tempo mais feliz. Um amor só um bocado fodido pode ser a coisa mais bonita deste mundo."
in "O Amor é Fodido" Miguel Esteves Cardoso


(Que me desculpem as mentes mais pudicas. O MEC descreve sem filtros a verdade nua e crua do amor e eu subscrevo...o amor é realmente fodido!)

14 de setembro de 2008

CÚMULO DO AZAR

Depois de beberes uns copos com amigos, no espaço de 1 hora e meia seres mandada parar por duas brigadas da GNR;

Entrares em casa às 4 da manhã, ainda zonza e traumatizada pelos agentes da autoridade e uma das tuas gatas deslizar sorrateiramente pela porta com um rato VIVO na boca;

Depois de uma noite mal dormida, devido aos acontecimentos conturbados da madrugada anterior, acordares com a senhora da limpeza que mal te dá tempo para abrires os olhos e te diz por outras palavras “limpa tu a casinha e é se queres” porque me vou despedir.

UFFFF…já passou!!!!!

12 de setembro de 2008

OLHARES…do gato SERAFIM


Uma das melhores coisas que me pode acontecer é acordar de manhã e tropeçar no olhar meigo do gato Serafim. Por vezes é um olhar interesseiro, de querer apenas que lhe dê comida.
Hoje…que olhar! De saudades, de querer mimo, de gostar de mim.
À medida que me sentia acordar foi-se chegando, ganhando espaço. Ronronou com toda a sua força e pediu-me beijos…


Há dias destes, em que nos apercebemos da sorte que temos, do prazer que podemos retirar dum olhar, mesmo que seja o do gato Serafim!

11 de setembro de 2008

O meu PC está em vias de explodir!

Pelo meu prognóstico e porque, pela avaliação que lhe fiz conclui tratar-se de uma computadora, diria mesmo que entrou na menopausa. Tem acentuados aquecimentos às horas mais impróprias…geralmente repentinos e cada vez mais frequentes.
A coisa é tão grave e de tal ordem que se fosse Inverno poderia ser um óptimo substituto de um bom sistema de ar condicionado. O teclado fica de tal forma quente que já pensei utilizá-lo para estrelar ovos ou mesmo assar sardinhas.
Como se não bastasse tem mau feitio. Sabendo de antemão que tenho passado o último mês a utilizá-lo só para meu belo prazer, resolveu, agora que preciso mesmo dele, actuar desta forma caprichosa que me deixa quase à beira de ataque de nervos (o que não é difícil).
Possivelmente vou ter de o internar num hospital público uma vez que o dinheiro não abunda por estas bandas. O problema maior é arranjar uma vaga e o tempo que vou esperar para marcar a operação…e até que a medicação faça efeito, ui, ui….
A PARTIR DE AGORA PRECISO MESMO DE TRABALHAR, já não se trata apenas de brincar à Internet!
(Se por acaso alguém teve um problema idêntico, partilhe, aconselhe, mande umas "postas de pescada"...)

10 de setembro de 2008

PIPI das MEIAS ALTAS, PIPILOTA para os amigos


Espero que vos provoque a mesma sensação que a mim. Esta miúda era tudo aquilo que eu queria ser.
(Não encontrei uma versão traduzida para português...desculpem)

9 de setembro de 2008

MÚSICA PARA OS NOSSOS OUVIDOS

De 11 a 13 de Setembro, noites de Jazz em Albufeira.

VENHAM DE LÁ AS ASPIRINAS

Recebi o meu horário para este ano lectivo. Até está arrumadinho e não me queixaria muito se não fosse o pormenor das sextas-feiras. Pois é…estou literalmente tramada!

À sexta tenho a módica quantia de 7 turmas, entre as 8.30 e as 18.00h, com uma horinha de almoço. Ora 7 turmas, fazendo as contas assim por alto, são cerca de 150 adolescentes com as hormonas aos saltos que me vão “passar pelas mãos” num só dia que por acaso é o último da semana.
Quem não é professor não faz a mínima ideia do comportamento destas feras à sexta-feira…estão fartos de aulas, sonham com o fim de semana, não se concentram em nenhuma actividade e conversam, conversam, conversam!!!! Isto tem um efeito devastador na cabeça de uma pessoa.
Tenho tido suores frios, tremuras e visões caóticas durante as últimas horas. Estou a pensar seriamente em escrever à ministra para abolir as sextas do calendário escolar.

Entretanto e enquanto a coisa não se resolve vou ali tomar duas dúzias de aspirinas, volto já!

7 de setembro de 2008




Este fim-de-semana comprei o Correio da Manhã!

Perguntais vós: Acaso vos interessais pelas últimas novidades em criminologia?

Respondo eu: Neps! Disseram-me que ofereciam DVDs.

Esta semana, KILL BILL (vol I)

Na próxima semana, CIDADE DE DEUS

Daqui a umas semanas, KILL BILL (vol II)

Agora digam lá que não sou amiguinha, hein!?

BLOGOSFERA

Quando não tenho mais nada de interessante para fazer, o que tem sido frequente nas últimas semanas, como não gosto de andar a pé nem de bicicleta a pedal, faço longas caminhadas pela blogosfera. Encontro, como é óbvio, coisas com muito interesse ou sem interesse nenhum, outras que me fazem soltar uma gargalhada sonora, que me fazem arrepiar ou simplesmente soltar um “bahhhh”. Há de facto pessoas que têm o dom da escrita ou um enorme bom gosto no que seleccionam para partilhar. Proporcionam-me momentos de prazer e simultaneamente fazem-me sentir pequenina, com vontade de desistir deste bloguinho de algibeira…

Bem, já estou a fugir da minha ideia inicial.

O exercício mais engraçado nestas andanças é mesmo imaginar as pessoas que se encontram por detrás das palavras e das imagens, é quase como ler um livro e montar as personagens…porreiraças, arrogantes, frágeis, com uma auto-estima topo de gama, fúteis, de bem ou mal com a vida…

Por vezes dou-me ao trabalho de ler os comentários, alguns são hilariantes. As discussões que se geram, os amuos e as respostas ríspidas…ofendidas. Os círculos quase fechados à volta de determinados blogues que me fazem sentir uma intrusa, os troféus que se criam e se oferecem aos amigos…bem, para mim que sou uma novata na matéria, esta “coisa” é um verdadeiro mundo!

5 de setembro de 2008



Gosto desta fase...da Lua!

A não perder "OLHAR PICASSO"

A exposição sobre a vida e obra de Picasso inaugurou a "Galeria do Arade", em Portimão, no passado dia 24 de Agosto e vai estar presente até 19 de Outubro. Detalhes aqui .

Afinal o Algarve não é só praia, às vezes tem destas agradáveis surpresas.
(Bem me esforcei mas não consegui pôr aqui o vídeo, lamento)

4 de setembro de 2008

ÁRVORE



Preciso urgentemente de um poema ou uma frase interessante sobre a ÁRVORE para um projecto que vou desenvolver com os alunos.
Há por aí alguma alma caridosa que possa colaborar?

3 de setembro de 2008

INSÓNIAS

Nas férias habituei-me a adormecer muito tarde e a acordar a horas muito impróprias. Agora luto para dormir e não consigo, acho que estou a sofrer de INSÓNIAS e estou a odiar. Quanto mais luto para que o sono se instale mais penso na vida, quanto mais penso na vida mais me consciencializo de como às vezes é tão difícil viver…este processo transforma-se num círculo vicioso que retarda o sono e me deixa cada vez mais angustiada e irritada.

"E o que é que isto me interessa?"...questionam-se vocês. "Nada!"...respondo eu. Interessa-me a mim porque é uma forma de me distrair e de exorcizar os meus pensamentos e eu é que estou com INSÓNIAS e o blogue é meu e pronto.
Se quiserem podem sempre saltar este textozinho egocêntrico…ou não…

UFFFF, já me sinto um pouco melhor!
Vou contar carneiros. Até logo!

1 de setembro de 2008

NOITE BRANCAA “Noite Branca” foi uma iniciativa gira da CMLoulé. A cidade vestiu-se de branco para se despedir do Verão. As pessoas aderiram em massa e a avenida encheu-se de luz a contrastar com o negro do céu. Palcos com música ao vivo ou animados por DJs espalhados por todos os cantinhos, as mercearias antigas e os cafés abertos a convidarem para uma ou várias minis…enfim, diferente e agradável.

Vesti-me de branco como mandava o figurino, movi-me a imperial e dancei até altas horas da noite.
No dia seguinte…quando acordei o corpo recusou-se a responder aos estímulos e quase não me consegui levantar da cama com dores nas costas, foi um dia negro. Hoje ainda fui trabalhar movida a Voltaren!

Quem me manda a mim, com esta idade, armar-me em Madonna dos Algarves…



obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa