21 de setembro de 2008

Gosto de imaginar que me imaginas!

De imaginar que também sonhas com planos quase impossíveis a dois…

De imaginar que sentes tantas saudades minhas como as que sinto de ti…

De imaginar que me procuras de manhã aconchegada nos teus lençóis…

De imaginar que sorris ao de leve quando te lembras de uma frase que disse…

De imaginar que procuras a minha voz nas vozes que se confundem na multidão…

De imaginar que pensas em mim quando te deslumbras com algo…

De imaginar que sofrias tanto como eu se te perdesse…

De imaginar que também sentes que foste feito à minha medida…

De imaginar que me amas como eu a ti…
(Pensamentos paralelos ou coisas do amor)

4 comentários:

Andarilho disse...

Lamento informar-te que te vou desiludir. NÃO, não sinto isso tudo que tu julgas que eu sinto. Poiissssssssss... Que fazer agora??? Vou pensar em qualquer solução e depois logo te informo...
Bjs

Ana GG disse...

andarilho, andarilho!!!!!

É bom que penses rápido!

;)

Andarilho disse...

Não faças uma besteira (óbvio que lido com sotaque brasileiro). Mantém-te calma... Vou tentar ser breve.

Ana GG disse...

Ó andarilho, amor da minha vida... não sei se me aguento!

:P


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa