13 de outubro de 2008

PADRÕES

Tenho estado para aqui a reflectir e cheguei à conclusão de que tenho uma apetência inata em não aceitar padrões socialmente impostos. Geralmente quase tudo o que me preenche e me dá prazer não está previsto no rol das regras do “viver em sociedade”. Quando menos espero já estou metida até à ponta dos cabelos em situações confusas e com muito poucas saídas à vista, precisamente porque as que melhor se adaptam não estão previstas no receituário das boas normas de conduta.

Será que não estou apta a viver em sociedade, serei uma anarca ou uma marginal? Talvez uma extraterrestre!? Terei que me mudar para outro planeta?…talvez o Agostini…

Aceitam-se sugestões!

5 comentários:

Sadeek disse...

Minha menina...faz o que te dá prazer. Acima de tudo isso. Não te deixes levar pelo espirito carneiro que impera na sociedade. Tudo isto tendo como limite, obviamente, o não prejuízo que possas provocar a alguém...

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOO

Miguel disse...

Mudar para o Planeta Agostini?

Prefiro manter-me cá na Terra ;)

Beijinho

Ana GG disse...

sadeek
E faço mesmo, para carneiro já me basta o signo. Era apenas um desabafo, um pensamento paralelo. Óbvio que tenho limites...

BEIJOOOOOOOOOOOOO tb


miguel
Era só uma ideia! Não sei se o planeta Agostini me agradaria...é que a Terra neste momento está a tornar-se quase insuportável.

beijinhoinhoinho

Andarilho disse...

Pois a mim o planeta agostini parece-me bem. Depois de lá chegares e descobrires tudo o que interessa, manda-me sms que eu vou passar uns dias contigo.
Bjs

Ana GG disse...

andarilho
Se me decidir, ou por outra, se arranjar dinheiro para pagar a viagem em nave espacial, podes crer que desbravo aquilo tudo e serás o primeiro a saber as novidades. Esperemos que a tmn tenha rede.
;)
bjo


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa