30 de maio de 2008

O MEU FILHOTE

Mãe de um filhote que

pertence à geração Y.
Já é uma cria grande…o que não faz de mim uma pessoa de idade avançada, subentenda-se! (não vá uma pessoa que eu cá sei começar a dizer que já estou com os pés p’rá cova e blá, blá, blá)

É…

Preguiçoso (muitoooooooooo!)
Teimoso (ainda mais do que a mãe)
De ideias fixas (quando o assunto é do seu máximo interesse)
Comilão
Por vezes respondão
Sensível
(embora nem sempre o demonstre)
Inteligente (faculdade que nem sempre põe em prática)
Manipulador
Original
Irreverente
Mimado
(embora não admita)
Independente (quando quer)
Super-protegido (…mea culpa!)
Gastador
Desorganizado
Desarrumado
Criativo
…Resumindo, a melhor coisa que tenho na vida!


A pediatra sempre nos disse: “O Diogo vai ser um adolescente problemático!”…e não é que a senhora tinha razão!? Conseguiu antever o nosso (meu) futuro com 10, 15 anos de antecedência.

O nosso relacionamento é “dois em um”, ou seja, tem tanto de bom como de mau…por outras palavras, pouco equilibrado! A confiança que temos um com o outro é tanta que nos torna constantemente irmãos...ou amorosos ou às turras. O QUE ESTÁ ERRADO!

Futuros pais e mães de crias a caminhar para a adolescência, não cometam o mesmo erro que eu, criem barreiras, sejam firmes, imponham regras e tal e tal
…(acabei de constatar que sou um verdadeiro fracasso como mãe…que horror, quem me mandou a mim escrever este texto?!)

2 comentários:

Pablo Sánchez Herrero disse...

Olá Ana, Ojala todas as mães com seus filhos estavam bem, parabéns pelo seu blog. Eu adoro a estética e links (língua é o problema, como sempre). O que eu gostaria de fazer sem o tradutor do Google.

Um abraço

Pablo

Ana GG disse...

Paul, muito obrigada pela seu seu comentário...fiquei mesmo contente!
(muchas gracias)
Outro abraço


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa