14 de fevereiro de 2009

As "coisas" que a blogosfera encerra

...
..
Atenção!!!!!
Estou apenas a usar parte de uma imagem que retirei do Google. Se o autor quiser que a retire é só dizer.
...

Nas minhas habituais rondas pela blogosfera onde visito os blogues que gosto de ler, os que acompanho nem eu sei bem porquê (talvez apenas por pura curiosidade), aqueles que visito só porque me parecem pessoas porreiras/simpáticas e os outros tantos que descubro através de comentários que me chamam a atenção…tenho visto “selos” e “prémios” da mais variadíssima espécie.
...
Bloguers há que coleccionam os ditos cujos e os exibem orgulhosamente numa prateleira com destaque. Até aqui nada de novo, é uma forma, como outra qualquer, de mostrar ao mundo que existem pessoas que nos admiram…são gostos e gostos não se discutem.
...
Eu própria, com o meu blogue tipodiário do meu umbigo”, já recebi um desses prémios que, educadamente, recusei por não me sentir merecedora e por não ser adepta da moda, ainda que me tenha sentido honrada pela simpatia do gesto.
...
Ora adiante…
...
Um dos selos que me tem chamado a atenção e que tenho constatado que prolifera a olhos vistos, tal como a reprodução de cogumelos numa terra húmida, foi feito para as “Mulheres bem resolvidas”… no Amor, no Trabalho, Sexo Seguro, Família, Amizade, Baladas.
...
Ora eu que já não acredito no coelhinho da Páscoa há muitos anos, não posso deixar de ficar feliz e talvez com uma pontinha de inveja por saber que, ainda que seja apenas na blogosfera, ainda existem muitas mulheres assim, bem resolvidas nestas “categorias” todas…
...
É que eu como simples mortal, ou como mulher simplesmente e não simplesmente Maria que não sou, só consigo “resolver-me bem” em alguns desses aspectos de cada vez e ainda assim temporariamente…quando me sinto uma mulher resolvida nuns, deixo de me sentir noutros…digamos que deveria exibir um selo “Mulheres que se vão resolvendo na medida do possível”.
...
Nota muito importante:
Não estou a criticar as bloguers que exibem o tal selinho! Escrevi sobre este tema porque me fez pensar…e confesso, porque lhe achei piada.

12 comentários:

Anónimo disse...

Olá GG.
Por vezes passo por cá mas desta vez não resisti em deixar um abraço. Dei por mim a sorrir enquanto lia o teu post pois também eu já me deparei com esse selo e da mesma forma me fez pensar... As tuas palavras parecem tiradas da minha cabeça :-)
E assim "eu como simples mortal, ou como mulher simplesmente" felicito-te por seres genuína sem tretas e apesar de não achar piada à colecção de selinhos, que venha de lá o tal “Mulheres que se vão resolvendo na medida do possível” ;-)

Sandra

mfc disse...

Não gosto de unilateralidades... sejam elas machistas ou feministas!

Ana GG disse...

Sandra
Obrigada pelo abraço. Outro também para ti!

Ainda bem que partilhas da mesma opinião...é sinal que ainda não estou totalmente alheada da realidade ;)

Penso que de facto não existem homens nem mulheres totalmente bem resolvidos. Aliás, se assim fosse a vida seria um tédio.
As nossas vidas não são assim tão lineares, a sua omplexidade impossibilita que essa "boa resolução" abranja simultaneamente todos os campos.

Podes ter a certeza, a minha postura perante a vida é mesmo assim "genuína e sem tretas". Poderia aproveitar este espaço para construir uma outra Ana, mas não tenho necessidade, é o meu canto em que partilho desabafos e conto estórinhas simples que talvez só para mim tenham importância.

Volta sempre "Mulher que possivelmente se vai resolvendo na medida do possível"

;)

Ana GG disse...

mfc

Na verdade, nem eu!

Passo a reformular o selo:
"Pessoas que se vão resolvendo na medida do possível".

XR disse...

GG,
talvez a diferença seja o que se entende por "bem resolvida/o" ...

Se estás confortável com quem (e não o que) és, com aquilo que sentes e com o que fazes em cada uma das frentes em que intervéns de alguma forma ... não serás uma pessoa "bem resolvida"?

Beijinho ;)

Ana GG disse...

XR
Esse é que é o grande problema...

Quem é que se sente verdadeiramente confortável com as atitudes que toma face a todas essas frentes? Eu...muito honestamente, não! Tento dar o meu melhor, mas tenho a perfeita noção de que falho imensas vezes e de que poderia fazer muito melhor.

Não serão assim todas as pessoas? Existirá alguém bem resolvido ou será simplesmente uma imagem que se pretende passar porque parece bem? Por vezes fico com a nítida sensação de que "algumas" pessoas têm um certo pudor em expôr abertamente as suas angústias com medo que as vejam como umas frustradas.
Todos temos as nossas frustrações...é isso que faz de nós seres humanos!

Beijo

Anónimo disse...

GG
Parece-me que andam por “aí e ali” muitas e diferentes realidades mas são estes pequenos encontros que por vezes fortalecem a minha certeza de ainda ter alguma lucidez ;-)
Se há coisa que me “mata” é sem duvida o tédio mas sinceramente e considerando que as vidas não têm nada de linear, gostaria eu de matar o tédio com o oposto e alguma simplicidade. Geeee… a complexidade começa a ser o próprio tédio.
Também não acredito nessa "boa resolução" em todos os campos e muito menos nas pessoas que a dizem ter, aliás ouvir tal de alguém é o primeiro factor para entender haver algo muito mal resolvido. Well… aceito a possibilidade de estar errada… who cares?… cada um opta pela sua realidade.
É a forma como assumes esse teu espaço que me faz cá voltar.
Diria mesmo: “Pessoas genuínas que se vão resolvendo na medida do possível”

Sandra

Ana GG disse...

Sandra

"Também não acredito nessa "boa resolução" em todos os campos e muito menos nas pessoas que a dizem ter, aliás ouvir tal de alguém é o primeiro factor para entender haver algo muito mal resolvido. Well… aceito a possibilidade de estar errada… who cares?… cada um opta pela sua realidade."

Desta vez tiraste-me tu as "letras dos dedos" :)

Hummmm...algo me diz que não te limitas só a escrever comentários...estou curiosa!

Anónimo disse...

Bem… dou uma volta por este mundo de vez em quando. Não tenho o hábito de comentar mas hoje por algum motivo deu-me para tal. Tenho um cantinho meio abandonado porque de alguma forma faz-me alguma confusão viver demais no mundo virtual. Sou uma pessoa muito “física”, gosto do contacto directo, dos olhares, sons, movimentos, toques… mas será um prazer receber-te por lá. Como posso saber o teu email?

Sandra

Silvia F. disse...

Sinceramente, não gosto desses selos da treta!
Pessoas bem resolvidas? Hmmm... isso existe? Se somos imperfeitos, se errar é humano como podemos nós sermos bem resolvidos... digo eu.

Beijinhos

Ana GG disse...

Sandra

Assunto tratado!
;)

Ana GG disse...

Silvia
Poissssssss....

beijinho


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa