19 de fevereiro de 2010

are you talking to me!!!!????

E lá fomos nós (a dupla imbatível) inscrever-nos, salvo seja, na tal escola de condução que está a dar, onde a malta se está toda a encartar.

O Diogo estava entusiasmado!

Eu, nem tanto! Muito menos entusiasmada, amaldiçoava o dinheirito que estava em vias de me sair da carteira.

Na santa ingenuidade que me é característica, pensava eu que bastava levar os documentos e o dinheirito para a coisa se consumar rapidamente.

Pois que não!

Caí na terrível asneira de solicitar umas informaçõezitas, coisa pouca, uma vez que por telefone se recusaram a dar-mas, pois tinha que ser ao vivo e a cores. Distraída como sou, não reparei no olhar atento de um senhor que aguardava ansiosamente, encostado à ombreira de uma porta a chegada das próximas vítimas, vulgo, nós!

Ora, não sabia eu, porque no meu tempo era chegar, preencher a papelada e largar a "maçaroca"…que as escolas de condução tinham actualmente um gerente/vendedor/comercial, ou lá o que é.

Fomos de imediato encafuados , sem sequer termos tempo para dizer um "AI que nos caçaste ó meu!", no seu escritório verde alface e azulão, a dar com o logo da promissora empresa de futuros encartados. Todo ele cabelo grisalho, orgulhosamente penteado para trás, uma "popa" volumosa trabalhada a espuma fixante e brilhante cachucho no dedo anelar. Todo ele sorrisos qb, intercalados com um ar muito sério e não menos profissional. Todo ele tangas atrás de tangas, todo ele "pode crer que somos do melhorzinho que se tem fabricado nos últimos tempos".

Senti que o Diogo me olhava de lado, todo ele a conhecer-me de ginjeira e a tremer que pusesse um travão naquela ladainha presunçosa, com um seco e quase gritado "BASTA! Não me tente convencer do que já estava decidido. Só queremos pagar esta MERDA e começar o mais rápido possível!"

O senhor também nos disse que por isto, aquilo e aqueloutro, se podiam orgulhar que, apesar de serem uma empresa relativamente nova no ramo, eram uma das escolas com maior sucesso no país (e arredores), com uma taxa de sucesso de 87%. O que pude aliás comprovar quase de seguida, quando em conversa com uma mocita da zona, fiquei a saber que na semana passada, quando reprovou no exame de código: "dessa escola éramos 8 e reprovámos 6".


Estou triste, deveras triste, porque o senhor gerente/vendedor/comercial daquela escola de condução, vai ter que encomendar um novo estudo para reavaliar a taxa de sucesso da sua empresa, que era até à uma semana atrás quase uma das melhores do país e arredores.

Chego até a temer que se lhe vá a pujança da "popa"!

8 comentários:

Who Am I disse...

Palavra, palavrinha que da próxima vez que fosse à escola lhe levava uns quantos prospectos de empresas de formação em marketing e vendas, PNL e coaching e etc etc. AHHH mas havia de lhe fazer tantas perguntas por causa da taxa de sucesso que até o cachucho lhe havia de escorregar do dedo com o suor. Sou optimaaaaaaaaaaaaaaa a massacrar :))

Ana GG disse...

Who

Nem me dava a esse trabalho...
O Diogo que o ature, se for caso disso, ele é que precisa da carta.

Eu não tenho paciência para massacragens, tive mesmo foi vontade de o mandar para um sítio que eu cá sei.
Para a próxima, chamo-te...entendam-se os dois!

:))))))

rose disse...

Ai menina,sai-te cada cromo!!!!

Não te sabia tão obediente às maiorias:D...mas como ficou discreto,passa e não incomoda a brincadeira.

catwoman disse...

Oh Ana, eu ainda sou to tempo (eaqui treme-me a voz, apesar de não ouvires) em que um bom prof universitério se escolhia pelo elevado nº de estudantes que "chumbava", acho que até faziam despique entre eles ;).
Vais ver que o senhor teve essa formação...ou os arredores são lá para Marrocos.
Resumindo, és um bocado como eu: se há cromo no pedaço, funcionas como íman.
:) Bjs,

Ana GG disse...

rose

Cromos destes é o que por aí há mais...
Era cá um espécime este senhor, CHIÇA!!!!

Não foi uma questão de obediência às maiorias, a minha vontade já cá estava. Ora lê lá a última frase do texto, até tem umas setinhas a indicar o sítio da estante.
Claro que não incomoda, está tão arrumadinho.

Ana GG disse...

Cat Maria

Ou eu não me expliquei ou tu não me entendeste!?.........

O senhor não chumba ninguém! Os exames de código são "pão pão, queijo, queijo", não há cá contemplações, como sabes. O senhor tem é a mania que a sua escola prepara muito bem os alunos. Pena é que os alunos não se queiram preparar.

É um cromo para a troca, tens por aí algum dos que faltam para terminar a caderneta, preciso do 17, 33 e do 2021.

;)
bjos

catwoman disse...

Oh moça! eu entendi-te, o que eu quis dizer é que quem sabe(2º a tal teoria do prof.)a escola é realmente boa?! Eh! Eh!

Olha o 2021 eu devolvi porque já estava farta dele, já o 2008, não consigo de maneira nenhuma, o 17, ofereci e o 33 ainda não me saíu. Mas tenho o 29, o 45 e 0 73, várias vezes, se precisares...:)

e relaxa um pouco. Bjs.

Ana GG disse...

Cat

Ainda bem que mentendeste!

Foi uma pena teres devolvido o 2021, para que saibas é um cromo raro. O 2008 consegui num leilão, por uma pechincha. Os outros, felizmente já os tenho todos colados na caderneta, assim pelo menos não chateiam.

E eu não estou relaxada!?
E eu não estou já habituada!?

"The show must go on!"
bjos


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa