17 de fevereiro de 2010

and now, for something really different |ou| manifesta incompetência para aceitar as "limitações" que se esperam de uma mulher

Injustiça é o que é!

Ora bem...

se

Consigo transportar a bilha do gás sem pedir ajuda

Sou especialista em pregar pregos e fazer furos nas paredes com o berbequim

Aos fins-de-semana e nas férias escolares levanto-me (muitas vezes) da cama às 3/4 da manhã para ir buscar o filho à cidade, num encontro de pais homens junto à paragem de autocarro da baixa

Faço as contas do mês e giro a "empresa" familiar, chafurdando em facturas chatas e toureando prazos curtos

Apresento-me cuidada, livre de pêlos, sem barriga (vá lá, com uma pequenininha) e com o ar minimamente feminino que SE impõe

Faço um esforço enorme para não dizer (muitos) palavrões, mesmo quando me apetece gritá-los em catadupa

Não coço as "partes baixas", não palito os dentes em público, nem cuspo para o chão


Porque é que não posso…

Dar-me ao luxo de ficar sentada no sofá à hora das refeições?

Dizer ao filho, ao gato e aos cães, "não contem comigo para o jantar porque esta noite vou jogar futebol com o pessoal lá da empresa"?

Justificar-me com o acumular de roupa suja na lavandaria, porque tive uma semana horrível de muito trabalho?

Olhar para quem bem me apetece com olhos de gula, e, por ter um ar maroto, me acharem graça?

Meter conversa com estranhos nas noites de diversão, só porque me apetecia, sem ter que me conter para não ser apelidada de "Maria vai com os Outros"?

Ter um namorado passageiro, 20 anos mais novo que eu, giríssimo, com tudo no sítio, excepto a maturidade (daqueles que supostamente ficamos fartas em 3 tempos), sem que pareça uma coisa do outro mundo?

Beber o segundo, o terceiro, ou os copos que bem me apetecer num bar, com a certeza de não perder a compostura e sem que me olhem de lado?

Encostar-me sozinha, a um qualquer balcão, só porque me apetecia ficar ali, comigo mesma, a apreciar os comportamentos da "fauna"?

Envelhecer como bem me apetece, sem que me digam de uma forma simpática "estás com um ar cansado" em vez de "esses cabelos brancos ainda te dão mais charme"?


Estas são só algumas questões que me ocorreram, poderia ficar a escrevê-las até "se gastarem" as páginas do blogue… só não o faço porque, como sou mulher, mãe e 40'tona, poderia parecer muito mal. Assim, só parece um bocadinho...

Perceberam a ideia????


(coisinhas chatas que por vezes me atormentam)

18 comentários:

Who Am I disse...

Poder podes, mas não era a mesma coisa..AHAHAHHAHAHHAHHAHAH

Ana GG disse...

Who

Agora estiveste bem!
AHAHAHAHAHAHAHAH

catwoman disse...

Tenho que concordar com a Who.
Mas percebo-te, ah como te percebo.
Para o namorado mais novo 20 anos acho que só é preciso leres cartas do Tarot po ser RP de uma qq discoteca.
:) Bjs.
PS. Acho que te fica bem não coçares as "partes baixas" em público, mas se te apetecer...

Ana GG disse...

Cat

Pois claro, não era a mesma coisa...
Era com toda a certeza muito melhor!
AHAHAHAHAH

O namorado mais novo, não é propriamente um desejo (já me chega o pseudo-namorado da mesma idade).

Foi simplesmente uma forma de me insurgir contra o que é aceite para o homem e condenado, para a mulher.
Vês, como te surgiu logo a visão da "Maga Patalógica" com os seus muchachos. Porém, a toda a hora (ou segundo), um homem mais velho se envolve com uma mulher com idade para ser sua filha ou quiçá neta. E que faz a plateia...aplaude! Porque a num homem tudo fica bem, além de que ainda mostra ao mundo que é um garanhão.
A questão é que a paixão não se mede em idades e as acções não se dividem em feminino e masculino.

Ainda percebeste a ideia?????
;)

PS. Coçar as "partes baixas"...hummm...não me parece que queira des_evoluir nesse sentido. Mas quem sabe, um dia não me apetecerá!? AHAHAHAHA

Vitor disse...

Texto "brutal"...do mais genuino que tenho lido...de ti!
...Ou se percebi!

Bj*

catwoman disse...

deixa-me lá que te diga que nem toda a plateia aplaude, pessoalmente acho deplorável quando as pessoas começam a viver como não são para parecer que o são (esta parece o café do P Portas quando se divorciou do Manuel Monteiro). Por estas bandas tem havido uma epidemia de idiotas a deixarem tudo por causa das brasileiras com um terço da idade e fazem uma´s figuras ridículas de volta delas e depois acordam um dia e lá se foi o dinheirito e a brasileira para o outro lado do atlântico. Não condeno, mas também não aplaudo, o que vejo é uns senhores ridículos a fazerem figura de palermas por causa de umas "pitas" que ainda gozam com eles.
Bem mas, já que cá voltei, deixa que te diga que com aquela introdução quando comecei, distraidamente a olhar para a foto, pensei "gaita a Ana tem barba?" Depois fiquei mais descansada.Bjs.

Ana GG disse...

Cat

Lá nisso tens razão. Mas já nem falo desses casos extremos (e ridículos). Falo da aceitação, da diferença de géneros. E como deves ter calculado, trata-se de um retrato, porque putos já me chegam, o de casa e o da escola. Falo no geral, falo das mulheres. Falo dos comportamentos contidos porque não se espera que se possam soltar.
Sei que me percebes.....


Fartei-me de rir. Não, ainda não deixei crescer a barba. É daquelas coisas que não reinvindico.
AHAHAHAHAH

Ana GG disse...

Vitor

Obrigada!
Ainda bem que percebeste a ideia.

Bjo

Pronúncia disse...

Hã! Pois é! E quem disse que o mundo era justo?!... um gajo com toda a certeza! ;D

Ana GG disse...

Pron

Não é mas devia ser...

Só pode ter sido um gajo a ditar estes preconceitos idiotas.
(estou a brincar, note-se)

:D

Dylan disse...

Ana,

Estas situações têm a haver com a cultura do país. Em países nórdicos e do centro da Europa, o "porque não posso" é bastante comum e bem aceite.
Só não acredito que não tenhas um único pêlo no corpo!

AHAHAHAHAHAH!

Ana GG disse...

Dylan

Têm mais a ver com a cultura dos povos do Sul, é certo. No entanto, no norte e centro da Europa também nos deparamos com estas situações, embora menos acentuadas. São preconceitos muito enraizados. Não te esqueças também que somos uma aldeia global e que as grandes cidades são cosmopolitas, já não são o espelho da cultura desse mesmo país.
(olha que já viajei por essa Europa fora e por mim falo)

Pois que exagerei...tenho 3 ou 4 pêlos de estimação em parte incerta.
AHAHAHAHAHAH

Storyteller disse...

Posso acrescentar algumas injustiças tremendas? Merci!

Porque é que se uma mulher tiver um «grande carrão» dizem que teve de ser um homem a oferecer-lho?

Porque é que uma mulher divorciada com filhos não tem o mesmo encanto que um homem divorciado com filhos?

Porque é que «cai» mal uma mulher viajar sozinha?

...

:D

Ana GG disse...

Story

Por essas e por outras é que tenho um carrito quase de bolso...não quero cá confusões!
(dessa ainda não me tinha apercebido/pensado)

Ter, até tem, o "povo" é que assim não o entende. Um homem divorciado com filhos (sobretudo se for bom pai) é uma mais valia, uma mulher nas mesmas condições, é um empecilho, quase um problema grave.

Viajar sozinha, cai mal? Dessa também não sabia. Gosto de viajar sozinha...quererás tu dizer que caí em desgraça e nem dei por isso!?

:D

catwoman disse...

só para te dizer que não podes cair em desgraça, mulheri: já és marafada!

Quanto ao resto eu percebo o que queres dizer, e tens razão só um"gaijo" para dizer que a vida é justa. Se fosse eu tinha chegado agora a casa e já tinha o comerito feito e a mesa posta, assim estou à espera que a massa acabe de cozer, para acompanhar qq coisita.
Bjs.

Ana GG disse...

Cat

Desgraçada e marafada, era dose...

E eu não sei!? Já dei a janta ao povo, em vez de ir p'ró jogo de futebol.

;P

XS disse...

40'tona, tenho a dizer-te que esta 30'ona subscreve cada palavra!!!


Bjs

XS

Ana GG disse...

XS

Eu sabia!!!! Qualquer "ona" que se preze, se sente assim....injustiçada!

;)


obrigada pela visita!

pessoal que gosta de estar a par destas andanças

facebokiANOS a par desta coisa